TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner
Banner


SÃO PAULO. A experiente corredora Brave Caroline (6.Elusive Quality e Nossa Carolina por Royal Academy), de criação do STUD TNT e propriedade do Stud Hole In One, venceu com surpreendente facilidade a XXIII Copa Japão de Turfe/Kazuo Sakurai (Listed Race – R$ 9.000,00) – para fêmeas de 4 anos e mais idade –, que aconteceu Sábado, dia 12, no percurso de 1.600 metros, em pista de grama leve, com cerca móvel, do Hipódromo Paulistano.

Precisamente dirigida pelo ótimo André Luiz Silva, que teve pouco trabalho em seu dorso, a bela filha de Elusive Quality simplesmente largou e acabou! Mantendo sempre boa folga na dianteira, Brave Caroline, que não estava entre as mais apostadas, despediu-se de suas onze adversárias na reta de chegada, vencendo-as por pouco menos de 7 corpos de vantagem. Um passeio! A eficiente Olympic Grece (4.Roderic O´Connor) garantiu o vice-campeonato. A terceira posição pertenceu a Crémant (4.Red Runner), Isla de Flores (4.Crimson Tide) foi a quarta e Kings Gate (4.T.H.Approval) a quinta colocada. Depois, arremataram: Pura Emoção, Maria Clara, Pista Olímpica, Marica's Mon, Exhibition, Juliana F. (URU) e Evian Royal.

Esta foi a primeira conquista nobre da campanha de Brave Caroline, que recebe o qualificado treinamento do eficiente João Gabriel Costa. 1m34s965s foi o tempo da competição.

FOTO: Jockey Club de São Paulo

BRAVE CAROLINE foi a heroína da edição 2017 da Copa Japão de Turfe


 

RIO DE JANEIRO, DOMINGO (13/8). O Clássico Eurico Solanés 2017 (R$ 20.000,00), destinado a animais de 3 anos e mais idade, teve como vencedor o valente cavalo Energia Icon (4.Agnes Gold e Lágrima de Amor por Dancer Man), criado nos campos do Haras Estrela Energia e pertencente ao Stud Snob

Seguramente guiado por Valdinei Gil, o neto de Dancer Man – mantido em quarto no começo da disputa –, ganhou terreno nos 150 metros finais para assumir a dianteira. Exibindo muita valentia, Energia Icon livrou pouco menos de 1 corpo de vantagem sobre o ótimo potro Essential Lord (3.Dubai Dust) de grande atuação. O bom Maestro da Serra (3.Mastro Lorenzo) cruzou o disco no terceiro lugar. Kirô (4.Put It Back) terminou em quarto, deixando Angus (5.Signal Tap) no compolemento do marcador. Na seqüência, arremataram: Silver Prize (tem preferência pela areia), Empavado e Ultravencedor

Treinado, com esmero, pelo eficiente Júlio Cézar Sampaio (CT), o ganhador, Energia Icon, gastou 1m22s05s para percorrer os 1.400 metros, em pista de grama macia, do Hipódromo da Gávea.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

ENERGIA ICON venceu e convenceu na rata carioca


 

RIO DE JANEIRO. Sete talentosas éguas, de 3 anos e mais idade, se enfrentaram na importante Prova Especial Courageuse (R$ 10.000,00), disputada Domingo, dia 13, no percurso de 2.000 metros, em pista de grama macia, do Jockey Club Brasileiro. Ninguém conseguiu superar a valente Felka (4.Agnes Gold e In The Sand por Atticus), de criação do Haras São José da Serra e propriedade do Stud Rio Dois Irmãos.

Precisamente conduzida por Henderson Fernandes, a filha de Agnes Gold permaneceu em segundo durante boa parte da competição, aguardando a reta de chegada para “dar o bote”. Convidada por seu piloto, Felka precisou se esforçar ao máximo para atingir seu objetivo pouco antes do disco, garantindo pequena vantagem sobre a veloz e resistente Perdonada (4.Roderic O´Connor) que perdeu corrida de chorar. Muito próxima, em terceiro, finalizou a favorita Domenica (4.Redattore). Dust Cup (5.Dubai Dust) ultrapassou o espelho em quarto, deixando Ekans (5.Crimson Tide) no complemento do marcador. Mud Pie e Piccolina Bella terminaram em seguida.

O eficiente Manoel Paulo (CT) – substituto de Venâncio Nahid, atualmente cumprindo suspensão –, é quem responde pelo treinamento da vitoriosa, Felka, que marcou o tempo de 2m02s25s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

FELKA: Demonstração de categoria no gramado carioca


 

SÃO PAULO. O talentoso potro Tupã Ceretã (3.Quick Road e Katita Porã por Special Nash), criado pelo Haras Mabruk e pertencente a Coudelaria Fakidou, brilhou no Clássico Siphon 2017 (Listed Race – R$ 9.000,00) – para machos de 3 anos –, ocorrido Sábado, dia 12, na distância de 1.600 metros, em raia de grama leve, com cerca móvel, do Hipódromo Paulistano.

Contando com direção nota 10 de Marcos Ribeiro, o neto de Special Nash, já vencedor de Grupo III, voltou a se impor na esfera clássica de Cidade Jardim. Quarto colocado no início da carreira, Tupã Ceretã evoluiu na altura dos 250 metros finais para atingir seu objetivo, garantindo meio corpo de vantagem no espelho sobre o insistente Icelandic (3.Silent Times), que vendeu caro a derrota. O bom Link Olímpico (3.Plenty Of Kicks) ultrapassou o espelho no terceiro posto. Peter-Pilotto (3.Rock Of Gibraltar), que tem predileção pela areia, terminou em quarto, com Galbas (3.Inexplicable) na quinta posição. Depois, finalizaram: Xtreme Dream e Olympic Horizon. Langhy Tom não atuou.

Apresentado, em excelente estado atlético, pelo competente Thiago Haidar, o ganhador, Tupã Ceretã, registrou a marca de 1m35s613s.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

Potros curvaram-se ao talento de TUPÃ CERETÃ


 

SÃO PAULO. Em bela arrancada na reta de chegada, a preciosa potranca Galang (3.Amigoni e Aracélia por Dodge), criada por seu proprietário, o Haras Cifra, falou mais alto no Clássico Riboletta 2017 (Listed Race – R$ 9.000,00) – para fêmeas de 3 anos –, disputado Sábado, dia 12, no percurso de 1.600 metros, em pista de grama leve, com cerca móvel, do Hipódromo Paulistano.

Sob ótima condução do eficiente Antônio Mesquita, a neta de Dodge acompanhou o princípio da carreira no meio do lote, na expectativa. Impulsionada por seu piloto, Galang evoluiu nos 300 metros finais para alcançar o terceiro triunfo nobre de sua campanha, livrando 2 corpos e meio de vantagem sobre a bela Zuzu Bem (3.First American), de empolgante performance. A eficiente Love Your Look (3.Setembro Chove) concluiu sua apresentação no terceiro lugar. Khodynka (3.Red Rock Canyon) completou a prova em quarto, deixando Quinta Dimensão (3.Agnes Gold) no complemento do placar remunerado. Em seguida, finalizaram: Sirinx, Sora Margherita e Rapidatis. Pop Crua e Great Vista não competiram.

Perfeitamente treinada, no Paraná, pelo competente Delmar Lima Albres, a vitoriosa, Galang, um dos bons valores da Geração 2017, marcou o tempo de 1m36s171s.

FOTO: Hipódromo de Cidade Jardim

GALANG foi destaque entre as potrancas


 

Haras e Studs


Publicidade

Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner

Banner
Banner