TurfeOnline.com

  • Increase font size
  • Default font size
  • Decrease font size
Banner
Banner
Banner


A FERA VOLTOU!

Qui, 09 de Julho de 2020 00:45

Último campeão do GP Brasil (G.I), George Washington

reencontra o caminho do sucesso no GP Doutor Frontin 2020 (G.II)

Atração maior da programação de Domingo, 5 de Julho, no Hipódromo da Gávea, o renomado Grande Prêmio Doutor Frontin 2020 (Grupo II – R$ 24.000,00 + valor “ADDED”, de R$ 13.333,34, ao dono do animal vencedor), reuniu alguns dos principais fundistas do Turfe nacional.

Ganhador, em 2019, do tradicional Grande Prêmio Brasil (G.I), o brilhante GEORGE WASHINGTON (Macho, Castanho, 5 anos, do Rio Grande do Sul – Redattore e Princesa Carina por Know Heights), criado pelo STUD TNT e pertencente ao Stud Happy Again, deixou seus adversários para trás.

Muito bem conduzido pelo ótimo Marcelo Gonçalves – que o conhece como ninguém –, o descendente de Redattore, após acompanhar o início da carreira no meio do lote, avançou com firmeza nos 200 metros finais para conquistar o terceiro êxito nobre de sua campanha. Transbordando talento, GEORGE WASHINGTON livrou meio corpo de vantagem sobre o derbywinner carioca de 2020, Abu Dhabi (4.Agnes Gold), que vendeu caro a derrota. A terceira posição pertenceu ao eficiente Hummer (4.Put It Back). O qualificado Or Noir (6.Soldier Of Fortune) concluiu sua apresentação em quarto, deixando Taksim (5.Discreet Cat) no complemento do marcador. Na seqüência, arremataram: Galaxy Runner, Hector Gold, Little Bad Girl, Notável, Olympic Ipswich e Mary Jane.

O mestre Luiz Esteves (CT) é quem responde pelo treinamento do ganhador, GEORGE WASHINGTON, que assinalou o tempo de 2m26s84s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

GEORGE WASHINGTON voltou a fazer bonito entre os fundistas


 

O talentoso milheiro OLYMPIC ICECREAM (5.Discreet Cat e Adiós Goodbye por Northern Afleet), de criação do HARAS REGINA e propriedade do STUD B L REGINA, falou mais alto nos 1.600 metros (grama pesada) do Clássico Eurico Solanés 2020 (Listed Race – R$ 12.000,00) – para animais de 3 anos e mais idade –, realizado Domingo, 5 de Julho, no Jockey Club Brasileiro.

Sob preciosa condução do habilidoso Waldomiro Blandi, o neto de Northern Afleet – que competiu com a tradicional farda do Haras Verde e Preto, pertencente ao patrono da prova –, soube driblar os efeitos de uma má partida. Posicionado por fora de todos na entrada da reta final, OLYMPIC ICECREAM iniciou atropelada de intensidade suficiente para lhe garantir, em cima do disco, o primeiro triunfo nobre de sua campanha, livrando uma paleta de vantagem sobre o grande favorito Dark Bobby (5.Shanghai Bobby), que liderou a carreira desde a largada e sofreu derrota de chorar. Algo afastado, em terceiro, finalizou o eficiente Leviatan (5.Shanghai Bobby). O experiente Guaruman (7.Siphon) cruzou o disco em quarto, com Norgaard (4.Gober) na quinta posição. Ultimate Runner, Grand Cru e Achaval Ferrer terminaram em seguida. Já Gone Hollywood não competiu.

Neto do homenageado, o qualificado Roberto Solanés (CT) é quem responde pelo treinamento do ganhador, OLYMPIC ICECREAM, que travou os cronômetros na marca de 1m35s19s.

FOTO: Sylvio Rondinelli – Jockey Club Brasileiro

Forte atropelada garantiu primeiro triunfo

nobre da campanha de OLYMPIC ICECREAM


 

Recente vencedora, em meados de Junho, da Prova Especial Off The Way 2020, a qualificada égua HEVEA (5.Agnes Gold e Chris Lady por Grand Lodge), criada pelo Stud Rio Dois Irmãos e pertencente ao Sr.Telmo Nunes Estrella, voltou a brilhar intensamente na raia do Jockey Club de São Paulo. Desta vez, a neta de Grand Lodge se sobressaiu na Prova Especial Mário Ribeiro Nunes Galvão 2020 (R$ 5.500,00) – para fêmeas de 4 anos e mais idade –, disputada Sábado, dia 4, no percurso de 2.000 metros, em pista de grama pesada, com cerca móvel, do Hipódromo Paulistano.

Contando com direção nota 1000 do eficiente Nelson Alexandre Santos – que a posicionou em quarto no início da disputa –, HEVEA avançou com apetite na hora da verdade para triunfar na esfera clássica pela segunda vez, livrando pouco menos de 1 corpo de vantagem sobre a veloz Karol King (6.Rock Of Gibraltar), que vendeu caro a derrota. A eficiente Doppio Shanghai (5.Shanghai Bobby) ultrapassou o espelho no terceiro lugar. Magia Negra (5.Molengão) concluiu sua apresentação em quarto, deixando Honorável Bisca (5.Siphon) no complemento do marcador. Depois, terminaram: História de Arte e Força (bastante apostada, não correspondeu).

Apresentada, em estado atlético invejável, pelo competente Valter S.Lopes, a vencedora, HEVEA, marcou o tempo de 2m01s309s.

FOTO: Porfírio Menezes – Jockey Club de São Paulo

HEVEA: Filha de Agnes Gold foi a dona da P.E.Mário Ribeiro Nunes Galvão 2020


 

Sem dar chances às adversárias, a preciosa potranca BIANCA LIGHT (3.Billion Dollar e Famosa E Rica por Redattore), criada pelo Haras Alves Teixeira e pertencente ao Haras Troiano Fialho, agigantou-se na edição 2020 do Clássico Corejada (R$ 5.500,00) – para fêmeas de 3 anos –, um dos destaques da programação de Sexta-feira, 3 de Julho, no Jockey Club do Rio Grande do Sul.

Tranquilamente governada pelo aprendiz Ricardo Dornelles, a descendente de Billion Dollar assumiu a dianteira logo após a partida e assim veio para o disco. Com extrema facilidade, BIANCA LIGHT cruzou o disco com 7 corpos de vantagem sobre a bela Ruler Of Steel (3.Union Avenue), que ficou com a formação da Dupla. Próxima, em terceiro, finalizou Omaha Bianca (3.Mig), deixando Tirolesca (3.Hinton Wells), bastante afastada, na quarta e última posição. Reina Beatriz, Rumba Negra e Rice To Riches não competiram.

O talentoso Fernando Silva é quem responde pelo treinamento da campeã, BIANCA LIGHT, que brilhou na esfera clássica pela terceira vez. Os 1.100 metros, em pista de areia macia, do Hipódromo do Cristal, foram percorridos na marca de 1m09s1/10s.

FOTO: Hermes Martins – TURFE ON-LINE

BIANCA LIGHT: Profunda superioridade!


 

Publicidade

Banner
Banner
Banner

Apoio

Banner
Banner
ZooBIO.pt

Banner
Banner